Secure Adnxs

Sabe de Tudo - O Blog da #ToDeCacho

Guia da transição capilar: tudo o que você precisa saber

ConhecimentoCuidadosDicas
transicao capilar 600x800 - Guia da transição capilar: tudo o que você precisa saber

Por muitos anos o cabelo cacheado e crespo viveu à sombra dos alisamentos — tanto os definitivos quanto os temporários —, além de diversas outras técnicas que padronizam os cabelos para alcançar um padrão de beleza específico. Durante décadas, o cabelo liso foi a regra, mas com o boom do mercado de cosméticos e com o discurso de aceitação cada vez mais forte, as curvaturas mais acentuadas passaram a ser um símbolo de resistência aos padrões de beleza impostos.

Neste processo de autoaceitação, a etapa mais complexa é, com toda certeza, a transição capilar. A decisão de abrir mão dos alisamentos e de nutrir a curvatura natural do cabelo é difícil, mas extremamente gratificante e reveladora. Se você está passando pela transição capilar, ou está pensando em tomar esta decisão, reunimos aqui um guia especial para te contar tudo sobre esta fase — e como passar por ela da melhor forma possível.

O que é transição capilar?

Para assumir os cabelos cacheados e crespos, muitas pessoas passam pela transição capilar. Este processo consiste em suspender todos os procedimentos químicos utilizados no cabelo para deixar os fios naturais crescerem. A transição é altamente recompensadora, mas leva tempo, demanda, paciência, e se torna um processo de aceitação, empoderamento e autoconhecimento.

Antes de iniciar a transição, é comum que muita gente nem ao menos conheça a aparência do seu cabelo natural, já que usam química há tantos anos. Justamente por isso, essa fase ressignifica a relação com as madeixas e, com toda certeza, um dos momentos mais especiais é rever os fios naturais. Graças a transição capilar, é possível conhecer-se e enxergar-se de uma nova forma.

Como fazer transição capilar?

A transição capilar é um processo complexo, mas recompensador para quem está disposto a conhecer e adotar os fios naturais. Então, a primeira coisa a se fazer é abolir todo e qualquer procedimento químico: isto inclui alisamentos, progressivas, relaxamentos e permanentes. Depois, é importante adotar uma rotina de cuidados intensos que vão, em simultâneo, reparar os danos causados pela química e incentivar o crescimento saudável dos fios naturais.

Ao longo da sua transição, você vai precisar finalizar e texturizar os fios com duas (ou mais) texturas, estimular o crescimento e, por último, fazer o big chop.

Quanto tempo dura a transição capilar?

É difícil dizer o tempo exato de duração de uma transição capilar, já que cada pessoa apresenta seu próprio ritmo de crescimento dos fios. A alimentação, ingestão de água, hábitos, estilo de vida e a velocidade do metabolismo são responsáveis por ditar o quão rápido os cabelos vão crescer, por isso, é difícil prever por quanto tempo a transição vai durar. Além de tudo, muitas pessoas acreditam que a transição capilar termina quando é feito o big chop e as pontas alisadas são retiradas. Já outras defendem que o período depois do corte, em que é necessário que os fios cresçam para atingir o resultado e comprimento ideal, também faz parte da transição.

Em resumo, não dá para determinar quanto tempo vai durar a transição capilar, já que ela só termina quando você se sentir satisfeita com o cabelo natural. No entanto, é importante ter paciência e bastante dedicação para atingir o resultado capilar que mais combine com você, e que, por mais desafiadora, a transição é um processo necessário e, acima de tudo, passageiro.

Características do cabelo em transição

Conforme dissemos anteriormente, durante a transição os fios ficam com duas texturas: a natural na raiz e a alisada no comprimento e pontas, o que pode promover um aspecto de “cabelo bagunçado” e a raiz alta com volume em excesso, porém sem uma distribuição legal das mechas de cabelo, devido as texturas desiguais.

O cabelo em transição também fica fragilizado. Pois mesmo os fios naturais ainda nascem com resquícios das químicas utilizadas antes, juntamente com o comprimento e pontas que já estão danificadas dos processos químicos.

Entretanto, não se desespere! Há diversas maneiras de tratar e texturizar esse cabelo, disfarçando esses efeitos. Basta usar os produtos certos e apostar nas técnicas incríveis de texturização capilar que vamos ensinar para você depois, continue lendo!

Quanto ao cabelo depois da transição, não se assuste se a sua curvatura for mudando mesmo alguns meses após ao processo, isso porque o seu cabelo ainda está se livrando daqueles resquícios de química e tentando voltar ao seu formato natural, se acostumando a ser o que ele é, naturalmente. Dê tempo ao tempo, ok!?

Cronograma capilar para cabelos em transição capilar

cronograma transicao capilar 630x420 - Guia da transição capilar: tudo o que você precisa saber

Durante a transformação dos fios, o seu maior aliado será, com certeza, o cronograma capilar. Esta rotina de cuidados é fundamental para uma transição capilar bem sucedida. Isto porque o tratamento vai garantir crescimento acelerado e saudável, ou seja, o aparecimento do cabelo natural vai ser mais rápido, amenizando as diferenças entre as texturas, facilitando a definição, evitando a quebra e o frizz até que o cabelo esteja pronto para o big chop.

O cronograma capilar possui três etapas que devem ser cumpridas de forma rigorosa, pois todas elas suprem as necessidades específicas dos cabelos: a hidratação, que será responsável por repor a umidade do cabelo; a nutrição, responsável por repor e manter os lipídios do fio e a oleosidade natural; e, por fim, a reconstrução, que vai devolver a massa capilar e reparar os danos do cabelo.

Hidratação para cabelo em transição

A hidratação é a etapa mais importante do cronograma: o tratamento é responsável por devolver aos fios toda a água perdida. Nos cabelos em transição, ele prepara a fibra para receber outros nutrientes, enquanto fortalece e hidrata.

Nutrição para cabelos em transição

Este tratamento, como bem diz o nome, procura repor os nutrientes perdidos — óleo natural e os lipídeos — pelos fios. Esses nutrientes são responsáveis por proteger a fibra capilar de danos externos, como o uso de ferramentas de calor, raios solares, vento, sal, cloro, exposição às químicas capilares, água quente, entre outros. No caso dos cabelos em transição, a nutrição garante mais nutrição, força e saúde, estimulando o crescimento e eliminando o ressecamento. A umectação, por sua vez, é uma espécie de nutrição feita exclusivamente com óleos vegetais, aplicados diretamente nos fios para que eles absorvam suas propriedades nutricionais.

Reconstrução capilar para cabelos em transição

Quando o cabelo se encontra fraco e danificado por conta da perda de queratina — como no caso dos cabelos quimicamente tratados, por exemplo — é necessário fazer uma reconstrução para o cabelo. Este tratamento vai devolver a queratina perdida pelos fios através de tratamentos específicos que garantem força aos cabelos.

A reposição de queratina é uma etapa essencial do cronograma capilar — não só devido a sua ação fortalecedora, mas também por ser responsável por deixar o fio apto para tratamentos mais simples como a nutrição e a hidratação. Um cabelo carente de reconstrução, frágil e quebradiço, não responde bem aos tratamentos capilares.

O que é big chop?

A última etapa da transição capilar é o big chop, ou “grande corte”, isto é, o corte de cabelo que remove toda a área com química do cabelo para nutrir o crescimento dos fios do zero. O momento certo de realizar o big chop varia: algumas pessoas optam por raspar os fios do zero, mas há quem espere o crescimento parcial, ou total dos cabelos, antes de adotar o corte.

Apesar de o big chop ser o momento perfeito para lidar com o desafio das duas texturas, quem percorre esse processo não está livre de passar por crises de autoestima. Isso porque a imagem feminina com cabelos longos foi perpetuada por centenas de anos, uma vez que simboliza feminilidade, beleza, delicadeza e graciosidade. Hoje sabemos que isso não tem nada a ver com o tamanho do seu cabelo. Entretanto, embora estamos evoluindo um passo de cada vez, nossa sociedade, construída sob os moldes do patriarcado, ainda segue essa visão na grande maioria das vezes.

Ou seja, as mulheres que fazem o big chop também podem sofrer quedas da autoestima nesse período, tanto quanto aquelas que estão com as duas texturas no cabelo. Por esses e outros motivos é que a batalha da transição capilar pode ser difícil, mas incrivelmente transformadora e cheia de lições.

Já é hora de fazer o Big Chop? No canal #todecacho no Youtube, Juju Franceschi e Grazi Max tiram todas as dúvidas no quarto episódio do Diário De Transição Capilar. Dá o play!

Fiz o big chop, e agora?! Calma! Mari Andrade e Ju Reis trazem 7 dicas para arrasar depois do Big Chop, no último episódio do Diário de Transição. Corre pra ver!

Dicas de cortes para cabelos em transição

E se te faltam inspirações na hora de partir para o big chop, vamos apresentar três modelos cheios de estilo, se liga só!

Tapered hair: curto ou raspado nas laterais e nuca enquanto o topo é mais volumoso e geralmente com acabamento simétrico.

Mini-black: famoso black power na sua versão mais curtinha, fofa e cheia de atitude ao mesmo tempo.

Pixie cut: antes conhecido como Joãozinho é aquele corte bem curto, porém, super moderno graças a sua versão com as pontinhas bem repicadas e irregulares.

Finalização para cabelos em transição: como lidar com as diferentes texturas?

cabelos em transicao 533x800 - Guia da transição capilar: tudo o que você precisa saber

Um dos maiores desafios da transição capilar é lidar com as diferentes texturas do cabelo. Enquanto a raiz natural cresce, os fios alisados ainda precisam ser cuidados e finalizados. Felizmente, hoje em dia existem infinitas técnicas e procedimentos para deixar os cachos definidos, que podem ser muito úteis para os cabelos em transição.

Como fazer fitagem: passo a passo

A técnica de finalização mais clássica é a fitagem, onde se separa o cabelo em fitas para estimular a formatação das ondas. Esta técnica é a mais popular e fácil de reproduzir, proporcionando todos os benefícios:

Passo 1) com os cabelos limpos e úmidos, separe-os em várias seções;

Passo 2) pegue o seu creme para pentear, gelatina ou ativador de cachos preferido e passe uma quantidade considerável sobre a primeira mecha, dividindo-a em fitas com os dedos;

Passo 3) amasse as fitas com as mãos em direção a raiz, perceba que cada fita formará um cacho;

Passo 4) repita o procedimento em todo o cabelo.

Como fazer a finalização dedoliss: passo a passo

Inspirado na fitagem, o dedoliss separa os fios em fitas ainda menores, deixando os fios alisados mais definidos.

1º passo: após tirar o excesso de água com uma camiseta ou toalha de algodão, com os fios ainda úmidos, divida-os em seções para facilitar a aplicação;

2º passo: com o seu creme de pentear, finalizador ou misturinha preferida, aplique o produto nas mechas, começando sempre de baixo para cima;

3º passo: separe os fios em pequenas fitas e enrole-as ao redor do dedo indicador, como se fosse um modelador de cachos;

4º passo: tire os fios ao redor dos dedos e amasse o cabelo em direção à raiz para estimular a formatação de cachos. Para uma finalização mais “solta” e natural, utilize um óleo vegetal e vá abrindo os cachos.

Tipos de texturização para cabelos em transição

Outra forma de garantir cachos definidos na transição é através da texturização. Trata-se de qualquer processo que muda o formato do fio sem utilizar procedimentos químicos. Existem diferentes técnicas para cachear a parte alisada. Confira algumas técnicas a seguir:

Texturização com papel alumínio

A texturização com papel alumínio funciona super bem em cabelos em transição: o material serve como “bobes” em que você enrola o cabelo para defini-lo.

1º passo: corte o papel alumínio em pedaços e enrole para ficar como uma “minhoquinha” – você pode deixá-la mais grossa ou mais fina, dependendo da espessura de cachos que deseja.

2º passo: umedeça o cabelo e aplique o seu finalizador favorito. Para fixar, experimente a Gelatina #todecacho Super Fixação.

3º passo: separe o cabelo em mechas finas e enrole os fios em volta do papel alumínio. Você pode deixá-los secar naturalmente ou utilizar um secador em temperatura mais amena para não esquentar demais.

4º passo: retire o papel alumínio com cuidado e pronto! Uma definição perfeita com um método de texturização fácil de reproduzir em casa.

Texturização com bigudinhos

Os bigudinhos são acessórios que conseguem definir os cachos do cabelo. Existem diferentes formatos — grandes, pequenos, circulares, espirais, entre outros. O objetivo principal é usá-los para alterar a definição dos fios. Eles costumam demorar algum tempo para ficar pronto, dependendo da quantidade de cabelo que precisa ser cacheado. O resultado é garantido e os cachinhos duram por até dois dias se você utilizar uma touca de cetim para não desmanchar. É importante preparar o cabelo antes de realizar o processo com um creme de pentear e a dica é utilizar um pouco de gelatina ou gel para manter a definição.

Texturização com coquinhos

Super fácil e efetiva, essa texturização consiste em apenas torcer o cabelo seco ou úmido em pequenos coques! É muito fácil, basta prendê-los bem com elásticos ou grampos. Essa técnica é legal, pois o diferencial dela é que, como as tranças, ela pode ser usada com um penteado.

Texturização com tranças

Ótimo para quem está com os fios longos e sofre com as texturas diferentes entre a raiz e as pontas alisadas, esse método é bem simples: é só fazer várias tranças, escolhendo a espessura dos cachinhos que você quer definir. Depois, é só deixar algumas horas e, em seguida, soltar com cuidado usando os dedos. A dica para essa texturização é caprichar na gelatina ou no creme de pentear para garantir a definição.

Texturização com meia-calça

Essa texturização consiste em enrolar o comprimento dos cabelos em uma meia- calça para estimular os cachos. O segredo desta técnica está em deixar os fios secarem envoltos no tecido, garantindo a fixação das ondas. Para reproduzi-la, você vai precisar apenas de uma meia-calça: após aplicar o seu finalizador favorito, amarre o tecido em volta da cabeça como se fosse uma faixa, prendendo com um nó na parte de trás. Depois, basta enrolar as mechas em volta do tecido da meia, formando espirais. Em seguida, deixe secar naturalmente, ou seque com o secador.

Penteados para cabelos em transição

Alguns penteados são ótimos para esconder as duas texturas do cabelo, ou mesmo para mudar o look quando o cabelo está muito curtinho. As opções que trouxemos abaixo são bastante práticas de fazer, além de lindas!

Topete com lenço amarrado: faça um topete simples e prenda com grampos. Depois passe um lenço amarrado em faixa por baixo da sua cabeça e amarre no topo estilo pin up.

Coques duplos (space buns): divida o cabelo ao meio e faça dois coque no topo da cabeça, um de cada lado. Se alguns fios caírem no seu pescoço, não se preocupe, pois ele também fica uma graça no estilo meio-preso despojado.

Coque abacaxi com turbante: puxe todo o cabelo para cima e prenda em um coque abacaxi. Em seguida, é só passar o turbante por baixo do cabelo e fazer a amarração que quiser na parte da frente. O visual além de estiloso também vem carregado de história e ancestralidade.

O que não usar na transição capilar?

o que usar na transicao 630x420 - Guia da transição capilar: tudo o que você precisa saber

Os cabelos em transição são mais frágeis que normal, portanto, além de produtos específicos para o seu tipo de cabelo, é necessário realizar algumas mudanças na sua rotina capilar:

– Para uma transição capilar bem sucedida, o cabelo precisa estar livre de químicas, incluindo alisamentos, relaxamentos e botox. Isto porque estas substâncias comprometem a estrutura do fio, enfraquecendo a fibra e comprometendo a curvatura natural.

– Por conta da fragilidade, é importante também evitar o uso excessivo de ferramentas de calor, como secadores, pranchas e modeladores de cachos. Também é importante não esquecer de utilizar um protetor térmico para não comprometer a saúde dos fios.

Qual a melhor forma de acelerar a transição?

A chave de uma transição capilar rápida é uma rotina de cuidados focada no crescimento. Da alimentação balanceada à forma como você prende os cabelos, tudo isso interfere no crescimento dos fios. Atenção aos cuidados que você precisa ter caso queira acelerar a sua transição capilar:

– Invista em uma rotina de cuidados voltada para o crescimento dos fios. O cronograma capilar de crescimento, por exemplo, foca na hidratação e na nutrição para garantir que as madeixas estejam recebendo os nutrientes necessários para crescer com saúde;

– Uma alimentação balanceada também ajuda o cabelo a crescer mais rápido, assim como beber muita água;

– Uma massagem bem feita no couro cabeludo, além de relaxante, também estimula a circulação sanguínea, fazendo com que o cabelo da região nasça mais rápido;

– Não deixe de cortar os cabelos regularmente, isso ajuda no crescimento! As pontas duplas e finas que aparecem temporalmente podem atrapalhar o crescimento das madeixas e o ganho de peso na estrutura das fibras capilares. Logo, o ideal é a cada três meses aparar as pontinhas para manter a densidade dos fios.

Dicas para transição capilar

Agora que você já sabe tudo sobre a transição capilar, fique atenta nas dicas para acelerar ainda mais este processo:

– Seja delicada e cuidadosa com os fios: os cabelos em transição estão em estado fragilizado e mais sujeitos à quebra. Evite penteá-los secos e invista em toucas e fronhas de cetim.

– Além de investir em produtos ricos em vitaminas e nutrientes, o cuidado também precisa vir de dentro do organismo: uma alimentação balanceada e o consumo regular de água também ajudam na transição.

– Hidratação é o cuidado capilar universal que vai salvar a sua transição. Transforme-o em uma rotina.

– Seja paciente: a transição é um processo que envolve descoberta, autoaceitação e muita paciência. Curta cada momento, invista em penteados, acessórios, tranças e muito mais. Conheça o seu cabelo e ame-o!

Salon Line recomenda: quais produtos utilizar na transição capilar?

Pensando no seu momento de transição capilar, a Salon Line separou kits exclusivos com produtos para transição capilar para auxiliar na hora de definir os cabelos. São diferentes combinações para garantir uma definição duradoura, arrasadora e cabelos muito saudáveis!

Salon Line recomenda:

Kit Transição Capilar e Definição Prolongada #todecacho Salon Line
Kit Gelatina Transição Capilar + Creme Cachos dos Sonhos Salon Line
Kit Transição Capilar Shampoo + Gelatina + Óleo de Umectação Coco Salon Line

5/5 - (3 votes)

Posts Recentes: