Secure Adnxs

Big chop ou transição capilar? Conheça prós e contras de cada decisão

por Luana Queiroz

Assumir o cabelo natural após anos de procedimentos químicos é um momento importante para muitas mulheres. Esse processo, chamado de transição capilar, é um período complexo, que une redescobertas e autoconhecimento. Com a decisão de abandonar as químicas alisadoras, uma enxurrada de informações e escolhas segue. Uma das primeiras é sobre fazer logo de cara […]

Big chop ou transição capilar? Conheça prós e contras de cada decisão

Assumir o cabelo natural após anos de procedimentos químicos é um momento importante para muitas mulheres. Esse processo, chamado de transição capilar, é um período complexo, que une redescobertas e autoconhecimento. Com a decisão de abandonar as químicas alisadoras, uma enxurrada de informações e escolhas segue. Uma das primeiras é sobre fazer logo de cara […]

Assumir o cabelo natural após anos de procedimentos químicos é um momento importante para muitas mulheres. Esse processo, chamado de transição capilar, é um período complexo, que une redescobertas e autoconhecimento. Com a decisão de abandonar as químicas alisadoras, uma enxurrada de informações e escolhas segue. Uma das primeiras é sobre fazer logo de cara o big chop ou seguir pela transição capilar esperando que os fios naturais cresçam até um comprimento satisfatório antes de cortar a parte alisada. 

Enquanto a transição permitirá, com o tempo, que seu cabelo natural cresça e você possa ir se acostumando gradualmente com a nova aparência, o big chop permite um novo começo imediatamente. Mas esse é apenas um dos embates que o big chop e a transição capilar oferecem. Claro que as duas opções são formas válidas de assumir os fios naturais, mas cada uma delas oferece prós e contras que devem ser considerados antes de iniciar a transição.

Se você pensa em começar a transição capilar, e ainda não sabe se opta pelo big chop ou pela transição longa, não precisa se preocupar. Aqui, vamos ajudar você a fazer a melhor escolha para si mesmo através do conhecimento, por isso, reunimos um guia com as vantagens e desvantagens do big chop e da transição longa. Vem ver: 

Big chop x transição capilar: o que é cada um deles?

big chop 1 1 630x420 - Big chop ou transição capilar? Conheça prós e contras de cada decisão

O big chop, que significa “grande corte”, nada mais é do que cortar toda a parte do cabelo que está com alguma química (alisamento, relaxamento, progressiva, etc) de uma vez. O big chop pode ser feito em qualquer momento, mas, em geral, ele se torna mais “emblemático” por ser definitivo, e também por ser adotado já no início da transição, quando os fios naturais ainda estão em um comprimento bastante curto. Há ainda quem realize a forma ainda mais extrema do big chop, raspar a cabeça inteira e deixar os fios crescerem do zero. Adotando o big chop já no início, os fios que crescem já nascem naturais, ou seja, livres de químicas ou de alisamentos.

Já a transição capilar completa consiste em abandonar as químicas e deixar os fios naturais crescerem até que eles atinjam um comprimento médio ou longo, para só então cortar as pontas alisadas. É um processo mais demorado, e sua característica mais marcante e desafiadora é a presença de duas texturas muito diferentes uma da outra (a raiz cresce natural enquanto o restante do cabelo é totalmente alisado). Além disso, a presença de fios já quimicamente tratados requer uma atenção extra, já que costumam ser mais frágeis, e retardam o crescimento de fios saudáveis e naturais. 

Quer apostar no big chop? Veja as vantagens e desvantagens

big chop 2 540x800 - Big chop ou transição capilar? Conheça prós e contras de cada decisão

Apostar no big chop total e nutrir o crescimento da sua curvatura natural é uma maneira super válida de passar pela transição capilar. Muita gente decide radicalizar e, além de investir nos fios curtinhos, também deixa os fios crescerem do zero. Vem ver quais são os benefícios e malefícios desse método:

Vantagens do big chop

  • Com o big chop, todo o cabelo quimicamente tratado vai embora, ficando apenas os fios naturais. Assim, todas aquelas etapas da transição capilar, como o ressecamento dos fios recém-saídos da transição ou do scab hair não acontecem.
  • Ao fazer o big chop no cabelo, você terá, rapidamente, contato com a sua textura natural, e poderá apostar em finalizações que a destaquem logo de cara, aproveitando toda a beleza da sua curvatura original. 
  • Por ter que lidar apenas com uma única textura de cabelo, e também com um comprimento bem curto, seu tempo de finalização e cuidados será reduzido. A própria transição capilar, em si, é mais curta quanto mais cedo você faz o big chop. 
  • Você poderá aproveitar toda a modernidade, atitude, e, acredite, versatilidade dos cabelos curtos. Independente da sua curvatura ou gosto pessoal, existe um modelo de corte curto que é a sua cara. 

Desvantagens do big chop

  • O big chop consiste em começar a transição do zero, tirando todos os fios alisados. Isso significa adotar fios beeeem curtinhos, ou até mesmo raspá-los. Pode ser bastante difícil se adaptar ao visual, principalmente se você nunca teve cabelo curto antes. 
  • Mesmo que os cabelos curtos tenham a sua beleza e valor, pode ser difícil abrir mão das opções de estilização e penteados com as quais você já está acostumada. 
  • Caso a adaptação ao comprimento curto seja difícil, as opções são poucas: você deverá apenas esperar o crescimento capilar para voltar ao seu comprimento natural. 

Querendo passar pela transição capilar? Veja como ela pode ser boa ou ruim para você

big chop 3 534x800 - Big chop ou transição capilar? Conheça prós e contras de cada decisão

A transição capilar é um processo longo, mas totalmente gratificante e muito revelador. Caso você esteja pensando em entrar na jornada da transição, veja abaixo as vantagens e desvantagens desse processo:

Vantagens da transição capilar longa

  • Esperar os fios crescerem para cortar o alisado permite que você se familiarize com a sua textura natural, o que pode ser extremamente importante para o aspecto emocional e psicológico da transição, especialmente se você não conhece as suas madeixas naturais.
  • Para quem gosta de cabelos longos, e pretende mantê-los neste comprimento mesmo após a transição, esse é o método mais indicado, já que ele permite que você mantenha o comprimento mesmo com duas texturas. 
  • Esse método permite que você se familiarize com finalizações, texturizações e penteados na sua nova curvatura. 

Desvantagens da transição capilar longa

  • Este é o método mais longo; o cabelo demora mais a crescer, o que significa que você precisará exercitar a paciência enquanto espera para poder transitar totalmente para os fios naturais. 
  • A mistura de duas texturas — alisada e natural — é extremamente desafiadora, já que ela dificulta a texturização e definição dos cabelos. Esse aspecto pode ser ainda mais complicado em curvaturas acentuadas, e conforme os cabelos naturais vão crescendo. 
  • Durante todo esse tempo, a tentação para voltar ao alisamento pode ser muito grande. 

E agora, big chop ou transição capilar?

A maneira de trilhar a jornada de descobrimento dos fios naturais é você quem escolhe! Coloque na balança as vantagens e desvantagens de cada um, pense bem sobre suas preferências e sobre sua rotina de cuidados, e escolha o caminho que mais converse com o seu momento. 
E lembre-se, independente da sua escolha, seja com os fios curtinhos ou com duas texturas diferentes, a transição capilar requer dedicação e cuidado! Portanto, acesse nosso guia definitivo da transição capilar e saiba tudo sobre a melhor forma de entrar nessa jornada de descobrimento dos cabelos!

Rate this post