Secure Adnxs

Sabe de Tudo - O Blog da #ToDeCacho

11 cuidados com o couro cabeludo para ter cabelos mais bonitos e saudáveis

Cabelos CacheadosCabelos CresposCabelos Curtos
couro cabeludo - 11 cuidados com o couro cabeludo para ter cabelos mais bonitos e saudáveis

Todo mundo quer ter cabelos saudáveis, sedosos e bonitos, não é? Mas, para isso, não só o cuidado com os fios deve estar sempre em dia, é importante não negligenciar o couro cabeludo. Ele é responsável pelo crescimento e a saúde das madeixas, por isso, ele deve ser igualmente bem tratado.

O couro cabeludo é a parte do corpo onde se concentra cerca de 150 mil folículos pilosos (anexo da pele responsável pelo crescimento dos fios) e uma glândula sebácea (responsável pela produção de oleosidade). O couro cabeludo é casa de uma intensa atividade metabólica, responsável pelo crescimento do cabelo e de sua hidratação natural.

É a partir de um couro cabeludo saudável que nascem os fios que vão te dar um cabelo arrasador, mas enquanto você cuida dos fios, tratando com diversos produtos e cosméticos, você pode estar prejudicando essa parte tão importante do corpo. 

Como identificar os problemas no couro cabeludo?

É preciso estar atenta aos sinais de que o couro cabeludo precisa de cuidados. Problemas como excesso de caspa e oleosidade na raiz do cabelo são alguns dos indícios de que a saúde da região pode estar comprometida. Além disso, as falhas capilares, descamação e vermelhidão também podem ser sintomas de doenças no couro cabeludo, por isso, é necessário consultar um profissional tricologista para iniciar um tratamento efetivo.

Além do diagnóstico profissional, alguns hábitos também são essenciais para proteger o couro cabeludo.

Atenção na lavagem

A água muito quente é prejudicial tanto para os fios, quanto para a saúde do couro cabeludo. Ela provoca o efeito rebote, ou seja, retira a oleosidade natural da região, fazendo com as glândulas sebáceas produzam ainda mais óleo. O resultado? Couro cabeludo oleoso, com descamação e sensibilidade. Por isso, na hora de lavar o cabelo, prefira sempre água morna ou fria.

Hora do enxágue

Essa é outra questão que se deve ficar sempre atento(a). Afinal, o acúmulo de produtos na raiz dos cabelos também pode entupir os poros do couro cabeludo – que é por onde o fio de cabelo sai – prejudicando a nutrição das madeixas. Ou seja, é fundamental enxaguar bem o cabelo após o uso do shampoo, e não aplicar condicionadores ou cremes diretamente na raiz.

Combate a descamação

Geralmente no inverno a sudorese diminui e causa o ressecamento e possível descamação do couro cabeludo – aquele efeito caspa que não gostamos nenhum pouco, sabe?! Neste momento, nada melhor do que contar com produtinhos específicos que hidratam o couro cabeludo sem deixá-lo com um aspecto ensebado ou com obstrução de poros. Para isso, é bom consultar um profissional especializado no assunto. Dica: esses produtos não são os mesmos usados para hidratar os fios, ok?!

Uso do secador

Vai usar secador com difusor? É bacana manter uma distância mínima da raiz dos cabelos já que a alta temperatura pode prejudicar o couro cabeludo. Até porque existem produtos que protegem o comprimento e pontas do calor excessivo, mas não a raiz, certo?!

Trate o couro cabeludo com carinho

Na hora de massagear o produto na raiz do cabelo, evite passar as unhas na região. Mesmo curtas, as unhas podem causar irritação e até pequenas feridas. Lave os cabelos usando a ponta dos dedos com movimentos circulares e suaves para estimular a circulação sanguínea, assim você evita lesões e não termina com o couro cabeludo dolorido.

Lave o couro cabeludo na frequência correta

Muita gente acaba lavando os fios com certa frequência na tentativa de controlar a oleosidade. Porém, esse hábito pode causar o  efeito rebote. Para evitar que isso aconteça, procure lavar os fios regularmente de forma adequada (água morna ou fria, massageando com a ponta dos dedos, em média de 2 a 3 vezes por semana), assim você garante fios limpos e mantém a oleosidade controlada.

Cuidado com resíduos de produtos

Condicionador, máscara, creme de pentear e todos os outros cosméticos, exceto o shampoo, devem permanecer longe do couro cabeludo. Prancha, secador e modelador também devem ser mantidos a uma distância saudável da pele para não causar lesões por causa da temperatura. Na hora de lavar, tenha cuidado para remover todos os resíduos de produtos e garantir que os poros capilares consigam respirar desobstruídos.

Não abra mão do teste de química

Na hora de lançar mão dos alisamentos, colorações ou outros procedimentos químicos, fique atenta para os componentes ácidos que serão usados. Isso porque alguns deles podem causar feridas no couro cabeludo, ou irritações e descamações. Não deixe de fazer sempre o teste de sensibilidade para garantir que poderá realizar o procedimento sem causar reações alérgicas ou lesões.

De olho nos produtos químicos

Qualquer tipo de produto químico pode danificar os fios e, consequentemente, o couro cabeludo. Portanto, antes de aderir a uma transformação é fundamental que o profissional faça um teste de sensibilidade para ver se você não tem algum tipo de alergia.

Alimentação conta muito

Acredite, uma alimentação rica em proteínas e zinco é fundamental para que os nutrientes cheguem ao couro cabeludo e formem um belo fio. Por isso, coma mais carnes, ovos, leite, nozes, frutos do mar, gérmen de trigo, e por aí vai.

Consulte um médico

Se nada disso resolver e o incômodo não melhorar, o mais indicado é procurar um médico de sua confiança. Problemas como coceira no couro cabeludo, descamação em excesso, psoríase, alopecia areata, entre outros, pode até levar a queda de cabelo. E é o médico quem vai avaliar com mais precisão, ok?!

Agora que você já sabe tudo sobre como cuidar do seu couro cabeludo, tá na hora de ver muito mais conteúdos sobre como cuidar dos cabelos de forma completa!

Coceira no couro cabeludo? Saiba como evitar!

7 principais doenças do couro cabeludo para ficar de olho!

Posts Recentes: